Skip to content

Fidel renuncia após 49 anos

fevereiro 21, 2008
tags: ,

Jornal Metro, 20/fev/2008

Independentemente de convicções políticas, erros, acertos, temos que admitir: este é um dos poucos homens que deixam sua vida pessoal ser adaptada à sua vontade, ao seu objetivo, pelo qual luta obstinadamente a ponto de mover uma nação. A força de vontade e a determinação são marcos admiráveis de Fidel Castro.

Eu não concordo com a forma como ele impôs sua moral a um país, porque sou a favor da paz e da democracia (quando bem administrada, claro). Mas admiro a força de Fidel Castro.

Mas a melhor parte do jornal, que fez o meu dia, foi este comentário:

Gordon Brown, premiê do Reino Unido: Há uma oportunidade agora para fazer progressos para uma democracia pluralista, mas esse é um assunto que compete à população cubana.”

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: